galeria-errol-flynnFundada em Belo Horizonte pelo famoso negociador de arte que lhe deu seu nome, a Galeria de Arte Errol Flynn está também funcionando em Brasília, na região do Lago Norte. A cidade, conhecida também por sua movida artística, é por muitos considerada um verdadeiro museu ao ar livre, uma vez que o fascínio por sua arquitetura futurista e seu traço urbanístico único se mantém igual, neste século XXI.

Participar em um leilão de arte em Brasília

A Errol Flynn organiza com frequência leilões de arte, permitindo aos investidores e negociadores encontrar boas oportunidades para investir no longo prazo ou simplesmente encontrar magníficas peças de arte mais em conta. Para os investidores, encontrar pinturas ou esculturas de artistas desconhecidos ou em início de carreira pode ser como jogar na roleta, apostando algumas fichas e esperando vir a conseguir um bom prêmio no futuro, caso o artista se desenvolva e sua obra se valorize. Para os apreciadores, esta pode ser simplesmente a forma de encontrar peças diferentes e por preços mais econômicos que os de mercado.

A ideia de criar leilões de arte dinâmicos e bem participados foi uma das razões que levou a galeria Errol Flynn a se estabelecer na capital federal.

O que visitar em Brasília

Se diz que Yuri Gagarin, o primeiro homem a viajar no espaço, ao visitar Brasília em 1961, teria dito que se sentia como se tivesse chegado em um planeta distante, e não na Terra. Essa é a melhor sugestão que pode se dar a quem chega à capital federal pela primeira vez: fazer como Gagarin e se deixar levar pelos planos urbanísticos de Lúcio Costa e pela arquitetura de Niemeyer. Passeie ao longo do Eixo Monumental, vá até à Praça dos Três Poderes, suba no mirante da torre de TV, visite o Palácio do Planalto, o Congresso e a Catedral Metropolitana. Não deixe de passear à noite e sentir a beleza da luz, também.

Se já visitou Brasília antes e só quer passear, tente um passeio de barco pelo lago Paranoá e a Feirinha, que funciona junto da Torre de TV.